Importações cearenses ultrapassam 2 bilhões de dólares em 2021

17 de setembro de 2021
De acordo com a nova edição do Ceará em Comex, relativo ao mês de agosto, divulgado pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC, o estado do Ceará ultrapassou os US$ 2 bilhões em importações ainda em agosto desse ano, representando um aumento na variedade de produtos exportados para o exterior e registrando um total de 1.308 tipos, o que corresponde a um crescimento de 15,3% em relação a 2020. As principais cidades importadoras do estado foram:

  1. Fortaleza (31,6%)
  2. Caucaia (18,1%)
  3. São Gonçalo do Amarante (17,9%)

Enquanto o setor de “Combustíveis minerais, óleos minerais e produtos da sua destilação; matérias betuminosas; ceras minerais” prevalece como o principal setor procurado no exterior em 2021, os produtos mais demandados foram o trigo, hulha betuminosa e óleo de palma.

O estudo mostra também que a China forneceu 28,8% do valor total demandado pelo Ceará por produtos no mercado internacional. Grande fornecedora de equipamentos para geração de energia fotovoltaica, partes e peças automotivas e glifosato e produtos à base de ferro e aço, o Ceará comprou US$ 597 milhões em produtos, o que corresponde a um crescimento de 74,3%.

O fato do Ceará atingir esses números ainda no mês de agosto e demonstra uma recuperação econômica significativa em relação ao ano de 2020 e à pandemia da Covid 19. Ademais, as exportações cearenses atingiram o valor de US$ 1,685 bilhão no mesmo período, representando um aumento de 32,1% se comparado ao período de janeiro a agosto do ano anterior.

Fonte: CIN (FIEC)