Importação e Exportação

Processos de Importação e Exportação


 

Frequentemente, gestores e empresários se questionam com um ponto crucial: o que é necessário para expandir os negócios? Se essa é uma dúvida presente no seu dia a dia, com certeza já deve ter considerado a possibilidade de importar ou exportar produtos e matérias-primas e insumos para alavancar sua empresa. A importação e ou exportação é uma ótima escolha para empresas que desejam ampliar o seu portfólio de produtos, e clientes assim, se tornando mais competitivo no mercado nacional e internacional.

No entanto, o processo de importação e ou exportação pode gerar muitas dúvidas e, quando não é feito corretamente, com uma análise de viabilidade e seguindo todos os passos da cadeia logística, essa estratégia não atingirá os resultados esperados. Por isso, vamos explicar as modalidades de importação e exportação esclarecendo as principais dúvidas dos gestores sobre o tema. Confira abaixo:

NEW Comex oferece as seguintes modalidades de importação:


Importação por conta e ordem de terceiros
É comum vermos empresas que desejam importar optando por essa opção. A importação por Conta e Ordem de terceiros oferece uma grande vantagem quando comparada com as demais, ela oferece a empresa a oportunidade de fazer a operação sem perder o foco em sua atividade principal, terceirizando as demais tarefas.

Nessa modalidade de importação a empresa firma um contrato de serviço com uma importadora, que irá fazer a compra, transporte e despacho aduaneiro das mercadorias desejada, entregando os produtos já nacionalizados aos clientes finais. O contrato firmado ainda pode abranger outras áreas como cotações de preços e intermediações comerciais.

Essa modalidade acaba sendo vantajosa para ambas as partes, pois não oferece grande risco a importadora e também mantém a empresa adquirente focada somente nas áreas em que já possui experiência e total capacidade de operar.

Importação por Encomenda
A Importação por Encomenda é outra modalidade de importação, sendo toda a operação realizada pelo importador e com seus próprios recursos para ser posteriormente revendida ao solicitante.

A importadora fica encarregada de fazer a aquisição das mercadorias no exterior, prover todo o suporte relacionado a documentação e, ao final do processo, nacionalizar a carga. Ao final da operação, a mercadoria é vendida ao cliente previamente solicitou.

Nessa modalidade é necessário que a importadora tenha capacidade econômica o suficiente para concluir a operação utilizando somente o capital em seu caixa e também é essencial que seja feita uma análise prévia do comprador para verificar se o mesmo também possui capacidade e adquirir as mercadorias assim que a operação é completa, evitando possíveis perdas para a importadora.

Importação por Conta Própria
A Importação por Conta Própria configura uma situação aonde a empresa importadora faz a aquisição de mercadorias em mercados internacionais com recursos próprios, novamente, fazendo-se responsável pelo despacho aduaneiro da importação. Nessa modalidade a empresa adquirente é o cliente final da operação, onde a empresa importa para seu próprio consumo ou para revenda posterior no mercado nacional. É importante também lembrar que todos os custos relacionados ao transporte, armazenagem e logística ligados a operação são responsabilidades da empresa importadora por conta de não existir um comprador direto no processo.

Essa modalidade de importação possui os conhecidos Regimes Aduaneiros Especiais, previstos na legislação, dentre eles, destacam-se:

Admissão temporária: Garante a entrada de mercadorias por tempo e motivos pré-determinados. Eles devem ter o compromisso de serem devolvidos ao exportador inicial.

Depósito Alfandegado Certificado (DAC): Permite ao vendedor a estadia de suas mercadorias já comercializadas com países do exterior em local alfandegado.

Depósito Especial (DE): Suspende os tributos na estocagem de materiais de reposição ou manutenção para veículos, equipamentos e aparelhos, entre outros — sejam eles estrangeiros, nacionalizados ou não.

Drawback: Trata-se de suspensões ou isenções de tributos incidentes na importação de insumos utilizados na industrialização de produto a ser exportado.

Entreposto Aduaneiro: Possibilita o depósito temporário de mercadoria sob controle fiscal e com suspensão do pagamento de tributos. Pode-se entender como importante todos os tipos de importação, porém, sempre será necessário avaliar a melhor forma de fazê-lo, ou bem como qual a sua principal necessidade de momento. O importante é sempre entender os detalhes e custos para que a importação não se torne um problema.

Além de todas modalidades mencionadas acima, contamos com benefícios fiscais para deixar seu produto mais competitivo o mercado! pergunte-nos como! (clicando na palavra pergunte nos como, deverá abrir link para email, [email protected] ou whatsapp 85 9814125161)

Modalidades de Exportação e serviços:


Exportação indireta
A exportação indireta é feita por uma empresa comercial exportadora ou por uma trading company. A diferença se baseia apenas na estrutura burocrática destas modalidades de negócios.

Exportação direta
A exportação direta realiza a venda de um produto ou serviço de forma direta com o cliente. Nesse sistema, não existe nenhum tipo de intermediação.

Prospecção internacional (serviço NEW Comex):
Através de nossas trades parceiras nas principais capitais do mundo, prospectamos seu produto ou negócio oferecendo aos clientes locais de cada país. Possuímos armazéns e galpões, para amostragens ou showroom, facilitando assim o processo de negociação com o clientes do exterior. Nossa equipe é responsável por toda coordenação, análise e previsão de custo na exportação para fixar o preço de custo final de venda no mercado exterior.

Drawback
Utilizando o sistema DRAWBACK (importação para posterior exportação) conseguimos deixar seu produto mais competitivo no mercado internacional. pergunte-nos como! (clicando na palavra pergunte nos como, deverá abrir link para email, [email protected] ou whatsapp 85 9814125161)

Exportação e importação são atividades referentes ao comércio internacional relacionada, respectivamente, à entrada (compra) e à saída (venda) de produtos de um determinado país.

Exportação refere-se à atividade de venda, envio ou doação de produtos, bens e serviços de um determinado país para outro. Basicamente, significa a saída de um item ou serviço nacional com destino a outro país. Muitas empresas decidem exportar a fim de crescer economicamente por meio da ampliação dos negócios e do comércio para além do mercado interno.

Importação refere-se à atividade de compra de produtos, bens ou serviços vindos do exterior para outros países. Basicamente, é a entrada de itens estrangeiros em um determinado país. Mesmo apresentando grandes territórios e abundância de riquezas, nenhum país é autossuficiente. Dessa forma, é inevitável que os países importem itens ou mercadorias os quais não são capazes de produzir. Essas importações podem ser realizadas com o objetivo de abastecer setores industriais com matérias-primas, bens e serviços, viabilizar pesquisas ou abastecer a população com alimentos.

Exportar

  1. Maior produtividade do país exportador em decorrência do aumento da escala de produção.
  2. Redução da carga tributária em virtude da compensação do recolhimento dos impostos internos.
  3. Aperfeiçoamento das empresas que exportam ao antecipar tendências do mercado, visto que precisam atender às normas e aos padrões internacionais.
  4. Fortalecimento da empresa, tornando-a referência nacional para outras que pretendam aventurar-se no mercado externo.

Importar

  1. Vantagem cambial quando a moeda do país importador é mais valorizada que a moeda do exportador.
  2. Oferecimento de estímulos do Governo Federal, no caso do Brasil.
  3. O período de importação é, normalmente, inferior ao período que se leva para produzir o produto importado.
  4. Redução de custos com produção e mão de obra.
Mostramos aos nossos clientes como importar e como exportar seguindo toda a legislação vigente. Com conduta totalmente ética, executamos seus processos com a expertise de quem está no mercado há mais de 10 anos e a segurança de quem trabalha com operações seguras de comércio internacional.